Quem o anunciou foi a presidente da APP e APL, Lídia Sequeira, durante uma conferência na Academia da Marinha.
Janela Única Logística
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A presidente da Associação dos Portos de Portugal (APP) e do Conselho de Administração do Portos de Lisboa (APL), Lídia Sequeira, admitiu esta semana que o contrato de adjudicação para a definição e criação da Janela Única Logística (JUL) deverá ser assinado “provavelmente durante o mês de Fevereiro”.

A responsável fez o anúncio durante uma conferência na Academia de Marinha, admitindo que o prazo de pronúncia do concurso já terminara e que existiam condições para a elaboração do relatório final por parte da entidade adjudicante, que é a APP.

Recorde-se que o concurso público internacional foi lançado em Agosto de 2017, com um valor base de procedimento de 4,5 milhões de euros e um prazo de execução de dois anos a partir da data de celebração do contrato.

Segundo o estabelecido na lei, o que está em causa é a “definição e criação de uma nova versão do Modelo de Referência Nacional (MRN2. Evolução dos actuais sistemas de gestão portuária – Janela Única Portuária – JUP) e respectivo modelo de interoperabilidade com sistemas externos, para uma nova geração de software que suporte o MRN2, designada de Janela Única Logística, pretendendo-se, conforme previsto no Programa Simplex+, assegurar a fluidez da informação referente ao transporte de mercadorias de e para os portos de mar nacionais, tendo como referência inicial o modo ferroviário e ligação aos portos secos implementado no Porto de Sines e o modo rodoviário no Porto de Leixões”.

De acordo com Lídia Sequeira, “estamos a criar uma nova Janela Única, que já não é apenas a JUP, é uma Janela Única Logística, que vai fazer o tracking and tracing de todos os movimentos de mercadorias, vai acompanhá-las para além do porto no seu destino e na sua origem antes do porto”.

A presidente da APP recordou que a JUP, de que a JUL é um desenvolvimento, “passou a ser um instrumento de marca dos portos portugueses, com reconhecimento em toda a Europa”, e gerou ganhos anuais da ordem dos 3,5 milhões de euros. Os ganhos anuais com a JUL poderão variar entre os 10 milhões e os 12 milhões de euros, de acordo com dados da APP.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill