Apesar de ter sido alvo de um ataque informático em 2017, a Maersk concluiu o ano com resultados satisfatórios, sem prejuízo de admitir que há margem para melhoramentos
Soren Skou
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Maersk Line obteve lucros de 441,2 milhões de euros em 2017, uma evolução significativa face ao ano anterior, em que obteve perdas de 306,7 milhões de euros, conforme revela o relatório de resultados do Grupo A.P. Møller – Mærsk A/S divulgados no passado dia 9 de Fevereiro. As receitas do Grupo aumentaram 13% e as da Maersk Line 14,9%.

Este resultado ocorreu apesar de 2017 ter sido um ano invulgar para o Grupo, caracterizado pelo ataque informático de que foi alvo e por algumas mudanças operacionais nalgumas plataformas, conforme refere o relatório. Apesar de os resultados financeiros revelarem que “ainda são necessárias algumas alterações significativas”, as mudanças em negócios estratégicos são consideradas satisfatórias. Uma alusão à integração no transporte de carga contentorizada, concessões portuárias e actividade logística e à transformação no plano digital, sem esquecer novos donos para as unidades de energia.

Um factor que caracterizou o ano de 2017 foi a aquisição da Hamburg Süd que, juntamente com a Maersk Line, congrega 19% da quota global de mercado de porta-contentores, equivalente a uma capacidade superior a 4 milhões de TEU, e representa uma inigualável rede de serviços. Desta união, deverão resultar sinergias de 285 a 326 milhões de euros até 2019. Mas para 2018 é defendida uma integração suave da empresa, apesar de ambas as companhias terem registado aumento de volume de transporte logo após a fusão.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill