Processo ainda não está completo por questões burocráticas
APSS

A Administração do Porto de Setúbal e Sesimbra (APSS), concretizou o desmantelamento e remoção de embarcações em mau estado no porto de Sesimbra e que desde há algum tempo degradavam a imagem da infra-estrutura portuária, em especial, “da bacia interior confinante com o ISN”, conforme comunicado.

A operação decorreu no local, no dia 3 de Março, e implicou a deslocação dos destroços de quatro embarcações de médio/grande porte e três de pequeno porte para “destino final autorizado”, com o apoio de várias entidades: a Delegação Marítima de Sesimbra da Capitania do porto de Setúbal, a Câmara Municipal de Sesimbra, a Docapesca e a APSS. Não houve custos directos porque cada uma contribuiu com os seus recursos para este processo.

A APSS admite que falta concretizar o desmantelamento e remoção de mais embarcações que se encontram nas mesmas condições e no mesmo local. A finalização deste processo, porém, depende das “conclusões de processos burocráticos mais complexos”, informa a APSS.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill