O COSCO Shipping Panama, assim renomeado em homenagem ao Canal do Panamá, já se encontra em trânsito no novo Canal para o muito aguardado momento da sua inauguração.

Ontem de manhã, o COSCO Shipping Panama iniciou, como previsto, a travessia do novo Canal do Panamá, passando as novas eclusas de Agua Clara do lado do Atlântico, em direcção   às eclusas de Cocolí, do lado do Pacífico, onde deverá chegar ao final da tarde, madrugada em Lisboa, e onde terá lugar igualmente a cerimónia oficial de inauguração do novo Canal do Panamá expandido.

Ao COSCO Andronikos, um porta-contentores de 9 472 TEU com 299,98 metros de comprimento e 48,25 metros de boca, foi-lhe atribuída a distinção de ser o primeiro navio a realizar a travessia inaugural, por sorteio, tendo entretanto sido rebaptizado COSCO Shipping Panama em homenagem ao próprio Canal.

A expansão do Canal do Panamá levou nove anos a ser concretizada e terá tido um custo estimado na ordem dos 5 300 milhões de euros, dispondo já a Autoridade do canal do Panamá de um outro plano na ordem 17 milhões de dólares para um quarto conjunto de eclusas para permitir a passagem de navios ainda de maior volume, caso a expansão do comércio mundial e da travessia do Canal do Panamá em particular, sigam as expectativas projectados.

Com a ampliação do Canal do Panamá, não apenas se torna possível a travessia de porta-contentores até 13 000 / 14 000 TEU, ao invés dos 4 000 como sucedia até aqui, como também se abre a outros sectores como o dos navios GNL (Gás Natural Liquefeito).

Embora cerca de 60% do trânsito do Canal do Panamá corresponda a navios com partida ou destino aos Estados Unidos, neste momento, na realidade, o total do trânsito nas suas águas corresponde já a cerca de 5% de todo o comércio mundial e espera-se que as suas novas capacidades venham a contribuir igualmente para um aumento de cerca de 3% do mesmo.

Para os próximos três meses, existe já uma lista de 170 navios para atravessarem o Canal e o que agora alguns especialistas temem é que o aumento dos riscos, quer em resultado do aumento do numero de navios, quer pelo aumento da sua dimensão, conduzam igualmente a um aumento dos respectivos Seguros, fazendo subir consequentemente o custo do transporte por essa via.



Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill