Singapura dá mais um passo no desenvolvimento do transporte marítimo, financiando um projecto de utilização de veículos aéreos não tripulados em entregas ship-to-shore
Porto de Hambantota
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A empresa norueguesa Wilhelmsen Ships Service (WSS) de distribuição de carga por via marítima foi escolhida para elaborar o futuro quadro regulatório para veículos aéreos não tripulados, vulgarmente conhecidos por drones, de Singapura e contemplada com um financiamento para um projecto de entrega shore-to-ship relacionado com esse tipo de equipamento.

O financiamento foi atribuído a quatro empresas no âmbito de uma candidatura para desenvolver sistemas e tecnologias susceptíveis de gerarem soluções inovadoras com recurso a veículos aéreos não tripulados. Cada projecto terá um apoio financeiro limitado a cerca de 950 mil euros ou até 50% da sua despesa elegível.

Segundo a WSS, a sua proposta melhora a segurança, a produtividade e a eficiência, e permitirá reduzir o prazo das entregas relativamente ao das tradicionais lanchas de entregas, remover os riscos inerentes a esse tipo de serviço e diminuir os custos das entregas shore-to-ship até 90%.

O projecto é igualmente um sintoma do papel que Singapura vem desempenhando desde há alguns anos na indústria marítima, desta vez com um projecto vocacionado para a inovação numa área que tem conhecido algumas abordagens, embora incipientes e pouco exploradas, como a do recurso aos veículos aéreos não tripulados para tarefas relacionadas com o transporte marítimo de mercadorias.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill