Projecto chefiado pela Sonae para desenvolver novos produtos, serviços e tecnologias baseados em recursos marinhos terá investimento de 8 milhões de euros, com 66% de financiamento do Portugal 2020
ValorMar
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O projecto ValorMar, destinado a valorizar os recursos marinhos através da “investigação e desenvolvimento de novos produtos e da melhoria de processos produtivos por via de novas tecnologias”, segundo informa a Sonae, foi formalmente lançado em Matosinhos.

Neste contexto, a empresa chefia um consórcio de 31 entidades que, ao longo de três anos, vai desenvolver o projecto, inicialmente proposto pela própria Sonae, pelo Centro Interdisciplinar de Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR) e a Fórum Oceano – Associação da Economia do Mar.

O investimento é de 8 milhões de euros, dos quais 66% “financiados pelo Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, no âmbito do programa Portugal 2020”, esclarece a Sonae em comunicado.

Além Sonae, do CIIMAR e da Fórum Oceano, o consórcio integra o CCMAR – Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve, o EvR – Centro para a valorização de resíduos, o Instituto de Biologia Experimental e Tecnologia, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, o Instituto Politécnico de Leiria, o Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial (INEGI), o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Universidade de Aveiro, a Universidade Católica Portuguesa, a Universidade do Minho, a Universidade do Porto, a Alga+, a Poveira, a Bivalvia, a CERAMED, a empresa CMP, a Castro, Pinto e Costa, a Doca Pesca, a Foodintech, a Fourmag, a Hidromod, a NAVIA, a Necton, a Piscicultura Vale do Lama, a Riasearch, a Sparos, a Sociedade Portuguesa de Inovação e a Sorgal.

De acordo com a Sonae, deste projecto poderão nascer “novas aplicações marinhas para a indústria alimentar, biomédica, farmacêutica e cosmética”, perspectivando-se “o lançamento de novos produtos saudáveis com base em recursos como algas e similares, novos serviços e tecnologias de desenvolvimento e optimização para aquacultura ou de rastreabilidade integrada da cadeia do pescado, com capacidade de alavancar a economia do mar e conduzir os operadores a oportunidades de crescimento, nomeadamente, através da exportação de bens e serviços”.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill