A edição deste ano conferência Our Ocean, em Malta, inspirou um novo compromisso para o Árctico, no sentido de proibir a utilização de HFO naquelas águas
Greenpeace
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No âmbito da conferência «Our Ocean 2017», em Malta, nos dias 5 e 6 de Outubro, surgiu um compromisso para os mares do Árctico: deixar de usar fuelóleo pesado (heavy fuel oil, ou HFO) no transporte marítimo no Árctico. O Compromisso Our Ocean para o Árctico, assim se designa esta iniciativa, reúne a Clean Arctic Alliance, o Eyak Preservation Council, a Hurtigruten e a Fundação Europeia do Clima.

A iniciativa surgiu na sequência do Compromisso para o Ártico, lançado em Janeiro deste ano, com o propósito de aumentar a consciencialização e o apoio para a proibição dos principais combustíveis marítimos poluentes nas águas do Árctico, e que já foi subscrito por mais de 50 países. Agora, o objectivo é expandir a colaboração com os sectores de cruzeiros, ONG’s ligadas às questões ambientais e comunidades indígenas para proteger o meio ambiente do Árctico.

É consensual que um derrame de petróleo no Árctico representaria um incidente severo nos ecossistemas, aumentando a pressão para o degelo do mesmo. “O uso de HFO já foi banido na Antártida, agora é hora de proibi-lo no Árctico também; a indústria de navegação deve ser pioneira na promoção de regulamentos que assegurem o crescimento sustentável do Árctico”, afirmou Daniel Skjeldam, Director Executivo da operadora de cruzeiros expedicionários Hurtigruten.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill