A AMN já comunicou o encerramento das barreiras de contenção da poluição provocada pelo navio e o fim das visitas técnicas a bordo
MARE
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No dia 9 de Janeiro, foram concluídas as operações de contenção de poluição decorrente do incidente com o navio Mestre Simão, que encalhou no porto da Madalena, na ilha do Pico, nos Açores, com o fecho da barreira de contenção, informou a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Foram igualmente dadas por terminadas as “visitas técnicas das equipas especializadas em salvação marítima, contratadas pela Atlanticoline com o objectivo de elaborarem proposta de remoção do combustível e futura remoção do navio”, esclareceu a AMN.

Ainda no dia 9 de Janeiro, de acordo com a AMN, a Polícia Marítima (PM) foi a bordo do navio encalhado e recuperou “os discos do equipamento Voyage Data Recorder, que contêm armazenados os dados do sistema de navegação e operação das máquinas, equipamento equivalente à caixa negra dos aviões” e está à guarda da PM.

Entretanto, a cargo de elementos da Portos dos Açores e AMN, prosseguiam os trabalhos de “remoção da matéria poluente”, cuja quantidade existente dentro de água dentro do porto era então (9 de Janeiro, às 19H00, hora do comunicado da AMN) mínima.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Curso MRV

    Março 1 - Março 2
  2. V Conferência de Engenharia Naval

    Março 1 @ 14:00 - Março 2 @ 18:00
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill