O presidente da confraria defende que cada edição deverá como patrono um município ribeirinho do Tejo
Bienal do Tejo
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O presidente da Tagus Vivan – Confraria Cultural do Tejo Vivo e Vivido, Carlos Salgado, anunciou ontem o lançamento de uma nova iniciativa, a Grande Festa do Tejo, a realizar a partir de 2020 e com carácter bienal. O anúncio foi feito durante uma intervenção no seminário «Mar em Português», promovido pelo jornal Notícias do Mar, em Lisboa.

De acordo com Carlos Salgado, a periodicidade que se quer atribuir ao evento, de dois em dois anos, justifica que se lhe chame Bienal do Tejo. Deverá contemplar workshops para debater o Tejo, da fronteira à foz, uma Expo Tejo, que será uma verdadeira feira de turismo do Tejo, e um Festival Náutico. E deverá ter, em cada edição, um município ribeirinho do Tejo como patrono.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill