A empresa vai investir 2,5 milhões de euros em Sines para dinamizar a sua actividade na região
Sonangil Betão
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Sonangil Betão vai instalar uma Central de Betão Pronto e instalações de apoio à construção civil na ZILS – Zona Industrial e Logística de Sines, “de modo a dinamizar este ramo de negócio no concelho de Sines e zonas limítrofes, onde a empresa expande a sua actividade”, informou a Aicep global parques, que gere a ZILS.

De acordo com a Aicep Global parques, a nova unidade industrial corresponderá a um investimento de 2,5 milhões de euros e gerador de “cerca de 25 postos de trabalho directos e 10 indirectos nas atividades de apoio”.

“O espaço servirá igualmente de base de apoio a uma outra empresa do grupo (Sonangil SA) especializada em todo o tipo de construção civil e obras públicas, com até mais 50 trabalhadores que serão necessários para satisfazer as necessidades de duas obras já adjudicadas no concelho de Sines (Porto Côvo) e outra em Alcácer do Sal, no valor aproximado de 3 milhões de euros”, refere a Aicep global parques.

 



Um comentário em “Sonangil Betão terá nova unidade industrial na ZILS”

  1. Américo Manuel da Silva Lourenço diz:

    Não deixa de ser interessante os novos investimentos projetados para Sines, onde mais uma vez se vai contribuir para reduzir os números do desemprego na região, e potenciar o crescimento económico do país como um todo. Mas será que estão acauteladas as questões ambientais, e será que vão ser dadas oportunidades de trabalho aos sineenses, ou será que a mão de obra vem de fora, relegando para segundo plano, as gentes da terra?
    Espero enquanto cidadão a residir em Sines, que este seja um projeto que não tenha um tempo de vida curto, como aconteceu com um semelhante junto da Central Térmica da EDP em Sines

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill