Uma visita do rei saudita à Rússia foi aproveitada para a assinatura de vários memorandos de entendimento entre a Saudi Aramco e empresas russas, incluindo a Gazprom, no que é uma aproximação dos dois países no plano económico, em particular, no sector da energia
Statoil
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A petrolífera saudita Saudi Aramco assinou um Memorando de Entendimento (MoU, no acrónimo em inglês) com a empresa de gás russa Gazprom para o desenvolvimento de um portfolio de negócios no comércio internacional de gás. O documento foi assinado durante um fórum de investimento russo-saudita organizado por entidades sauditas e russas no âmbito de uma visita do Rei Salman bin Abdulaziz Al-Saud à Rússia.

De acordo com notícias divulgadas, o acordo abrange o comércio, a cadeia de valor, a exploração e o armazenamento de gás natural liquefeito (GNL). Como disse no evento Amin H. Nasser, presidente e CEO da Saudi Aramco, a riqueza dos dois países em matéria petrolífera e de gás permite criar sinergias para um futuro energético mais sustentável através de iniciativas de negócio e operacionais induzidas pela investigação e pela inovação tecnológica.

O mesmo responsável aproveitou a ocasião para afirmar que existem oportunidades de colaboração entre empresas dos dois países baseadas nos pilares económicos da Arábia Saudita e na Visão Saudita 2030, que é uma estratégia de desenvolvimento económico e social orientada para o futuro. Identificou também diversas áreas susceptíveis de serem alvo de uma colaboração com grandes indústrias russas, como o mercado internacional do gás, a petroquímica, a investigação, tecnologia e desenvolvimento, a gestão do carbono e as alterações climáticas.

Na perspectiva de Salman bin Abdulaziz Al-Saud, esta ambição de parceria estratégia entre a Arábia Saudita e a Rússia agora evidenciada está favorecida pelos centros de pesquisa sauditas existentes no mundo, complementares às instalações do país, e pelo forte potencial científico e tecnológico russo. E recordou que os recursos energéticos dos dois países podem contribuir para criar uma alternativa energética global que complemente a actual predominância do petróleo, acrescentando que ambos têm interesse no reforço do mercado petrolífero.

A aproximação económica da Arábia Saudita à Rússia, de que este acordo entre parceiros energéticos de estatuto mundial é uma demonstração, foi reforçada pela assinatura de outros memorandos de entendimento entre a Saudi Aramco e diversas entidades russas.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill