De acordo com o mais recente relatório da consultora Drewry, a recuperação dos preços dos fretes nos graneis sólidos deverá continuar dada a estabilidade do crescimento da procura e da respectiva frota.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

 

 

 

O novo relatório da Drewry surge igualmente na sequência do anúncio de adiamento por dois anos da instalação dos novos sistemas de gestão de águas de balastro (BWMS), alterando assim também a prospectiva de diminuição da respectiva frota por eventual, ou inevitável, desmantelamento de muitos dos respectivos navios.

Todavia, não obstante o agora inevitável crescimento da frota, dadas as encomendas já realizadas a par do adiamento de desmantelamento de muitas outras unidades, é opinião Drewry que a procura está a crescer a um ritmo superior, tornando-se ainda mais proeminente, como é evidente, em 2019 e 2020, quando as novas regras da IMO sobre os sistemas de gestão das águas de balastro entrarem em vigor.

Ainda de acordo com o relatório da Drewry, a procura deverá aumentar a uma taxa na casa próxima dos 3% ao longo dos próximos 5 anos enquanto, no mesmo período, o aumento da frota não deverá ultrapassar uma taxa de crescimento superior a 1%, quer em resultado, num primeiro momento, do fraco caderno de encomendas existente, quer, num segundo momento, como referido, aos inevitáveis desmantelamentos que não deixarão de ocorrer a partir de 2019 por razões de regulamentação ambiental.

Para além disso, entre os principais factores a condicionarem a evolução do mercado dos graneis sólidos, o relatório aponta o ressurgimento da Índia como um importante exportador de mineral de ferro, principalmente para a China, tendo passado dos 4 milhões de toneladas em 2015 para 20 milhões em 2016 e esperando-se que este ano atinja já mesmo os 30 milhões.

Um aumento de exportações que a Drewry prevê irá beneficiar principalmente os Panamax e Supramax, bem como, marginalmente, também os Capesize, devido, em grande parte, às próprias limitações actualmente ainda existentes em muitos portos indianos para receberem este tipo de navios.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. 1ª Feira e Congresso Trabalhar num Navio

    Outubro 19 @ 11:00 - 19:30
  2. MOST Iberia 2017

    Outubro 21 - Outubro 24
  3. Mineração em Mar Profundo – Uma escolha sustentável para Portugal?

    Outubro 27 @ 9:00 - 18:00
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill