Solução implementada no navio Hagland Captain, na sequência de um acordo entre a Wärtsilä e a Hagland Shipping AS
Fujairah-Mumbai Subsea Tunnel Project
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Em Dezembro de 2018, a Wärtsilä firmou um acordo com a Hagland Shipping AS para a instalação de um sistema de propulsão híbrida a bordo do navio de carga geral Hagland Captain, refere o World Maritime News. De acordo com o jornal, esta será a primeira adaptação de um navio de transporte marítimo de curta distância (short sea shipping) para propulsão híbrida.

Refere ainda o jornal que esta solução vai permitir ao navio melhorar o seu desempenho ambiental, pela redução de emissões de poluentes, consumo de combustível e ruído. Estima-se que a emissão de óxido de azoto seja reduzida em 80 a 90 por cento e que os custos em combustível diminuam entre 5 a 10 por cento.

A solução adoptada contempla uma ligação a terra que permita garantir energia ao navio durante operações de embarque e desembarque e para carregamento da bateria do navio, entre outras tecnologias. A capacidade da bateria permitirá, por exemplo, que o navio navegue a electricidade, dentro e fora do porto, durante 30 minutos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill