O número de passageiros em cruzeiros que visitam a Grã-Bretanha aumentou quatro vezes e meia, subindo para 1.642 milhões
Cruise Britain
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Pelo décimo ano consecutivo, segundo números divulgados pela Cruise Britain, uma organização composta por portos e operadores ligados à actividade de cruzeiros que trabalha em prol do Reino Unido como destino turístico, o número de passageiros em cruzeiros que visitam a Grã-Bretanha aumentou quatro vezes e meia, subindo para 1.642 milhões, incluindo um aumento de 16% em relação a 2017.

Os cruzeiros chegaram de 68 portos, desde Kirkwall, nas Ilhas Órcades, situadas a Norte da Escócia, até Jersey, no Canal da Mancha, em 139 navios diferentes. Em destaque encontram-se os programas de cruzeiros Round Britain e Irish Sea, a desenvolver a sua actividade na costa e perto não só de cidades como de localidades rurais da Grã-Bretanha.

”1.642 milhões é um número excelente e a tendência de incremento é testemunho da crescente popularidade da Grã-Bretanha como destino de cruzeiros. Nota-se um crescimento significativo nos portos do Reino Unido, de Dover a Orkney e Holyhead a Londres. Foi apenas há quatro anos que ultrapassámos o milhar de milhões e, para ultrapassar o marco de 1,5 milhões, fizemos de tudo para apoiar a trajectória de crescimento notável. Todos os nossos membros trabalham incansavelmente para desenvolver e apoiar a indústria de cruzeiros britânicos e para oferecer às linhas de cruzeiro e aos seus convidados um produto perfeito e um serviço de classe mundial”, comentou James Stangroom, presidente da Cruise Britain.

“A Grã-Bretanha pode realmente oferecer um porto para todos os navios de cruzeiro que actualmente navegam – de navios de expedição a embarcações de médio porte. Em 2018, 1,2 milhões de passageiros começaram o seu cruzeiro num porto britânico, o que representa um aumento de 9% em relação a 2017. Os números significativos dos portos do Reino Unido lidam com escalas e embarques que aumentam a oportunidade de aumentar o negócio de cruzeiros do país”, acrescentou Stangroom. “À medida que o mercado global de cruzeiros cresce, estamos confiantes de que o apelo da Grã-Bretanha como destino de cruzeiros continue a subir na crista da onda”, conclui.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill