Seis licenças serão para reabastecimento de navios e três para navios que operem na comercialização do GNL
Porto de Roterdão
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Até 2020, a Autoridade do Porto de Roterdão (APR) atribuirá nove licenças aos fornecedores de gás natural liquefeito (GNL) para que possam operar no porto, refere o Safety4Sea. E todas contemplarão o uso da ferramenta de auditoria da International Association of Ports and Harbors (IAPH), para garantir que o abastecimento de GNL seja seguro e sustentável.

De acordo com a publicação, seis das nove licenças estão reservadas para o uso regular no porto em operações de reabastecimento de navios tanques, porta-contentores, navios de cruzeiro e outros navios de carga, alimentados a GNL. As restantes três serão reservadas a navios que operam no mercado da comercialização e transporte do gás natural.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill