A HHLA e a HTT uniram-se no desenvolvimento de um sistema de transporte de contentores a alta velocidade, através de um tubo, que se prevê que transporte também pessoas.
Hyperloop Transportation Technologies
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Hamburger Hafen und Logistik AG (HHLA, empresa alemã de logística de transporte) e a Hyperloop Transportation Technologies (HTT, empresa norte-americana de pesquisa e desenvolvimento) formaram um consórcio para desenvolver um sistema de transporte de contentores a alta velocidade dentro do porto de Hamburgo, através de um tubo, que transportaria também pessoas, segundo comunicado oficial.

Para transformar a ideia em realidade e desenvolver um sistema de transporte Hyperloop, originalmente idealizado por Elon Musk, que será posteriormente comercializado, as empresas querem trabalhar juntas, segundo declararam esta semana, num evento, Angela Titzrath, presidente do Conselho Executivo da HHLA, e Dirk Ahlborn, fundador e CEO da HTT.

Inclusivamente, já está em construção, em Toulouse (França), uma pista de teste, e prevê-se também a construção de uma estação de transferência, para fazer o teste num terminal HHLA em Hamburgo. As primeiras jornadas de teste na Europa estão programadas para acontecer no próximo ano.  Em concreto, este projecto trata do desenvolvimento de uma cápsula de transporte para contentores padrão. Com a ajuda da tecnologia de levitação magnética, as cápsulas de transporte utilizadas no sistema serão enviadas através de um túnel, no qual existe um vácuo parcial de ar, a velocidades que atingem ou excedem os 1.000 km/h.

“Com o sistema de transporte Hyperloop, a HHLA procura desenvolver um complemento de soluções eficientes de mobilidade logística na Alemanha. Como porta de entrada para o futuro, queremos ter abordagens inovadoras para contribuir para a mitigação da pressão sobre a infra-estrutura de transporte dentro e à volta do porto de Hamburgo e usar as capacidades de nossas instalações de terminal de uma forma ainda mais eficiente”, explicou Angela Titzrath.

Dirk Ahlborn referiu ainda que “juntos, desenvolveremos um sistema completo, que não se centre apenas na velocidade e eficiência, mas também nos problemas que as portas enfrentam na operação diária”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário WavEC 2018

    4 Dezembro, 2018 - 5 Janeiro, 2019
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill