Entre recados políticos para consumo externo, a China manifestou interesse em cooperar com a Arábia Saudita no âmbito da sua iniciativa One Belt, One Road e terá sido correspondida por Riade, que também ambiciona aumentar a sua influência como parceiro global de negócios
Centre for Economics and Business Research
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Presidente chinês, Xi Jinping, admitiu recentemente uma aproximação estratégica do seu país à Arábia Saudita num encontro com o príncipe saudita Mohammed bin Salman Al Saud, na última Sexta-feira, em Pequim, refere o Maritime Executive. Tal aproximação visa integrar o reino saudita no projecto chinês «Uma Faixa, Uma Rota» (One Belt, One Road) e não exclui o empenho de Pequim em apoiar politicamente Riade na diversificação da sua economia, defesa da sua soberania e desenvolvimento regional pacífico.

“Os dois países devem acelerar a assinatura de um plano de ligação da iniciativa One Belt, One Road à Visão Saudita 2030”, terá referido o Presidente chinês durante o encontro, segundo a publicação. Xi Jinping terá igualmente demonstrado expectativas de progresso em cooperação com a Arábia Saudita em áreas como a energia, as infra-estruturas, o comércio, o investimento e as indústrias de valor acrescentado. E não se esqueceu de mencionar que a China se opõe a qualquer interferência externa nos assuntos internos de Riade.

Além disso, os dois países deverão prosseguir conjuntamente na instalação de um Conselho de Cooperação China/Golfo vocacionado para a criação de um espaço comum de livre comércio entre Pequim e Estados do Golfo Pérsico. Até porque isso poderia contribuir para promover a paz no Médio Oriente através do desenvolvimento, combatendo o terrorismo e prevenindo a infiltração de movimentos extremistas tal como a China espera que suceda com a cooperação bilateral entre Pequim e Riade.

Mohammed bin Salman Al Saud terá reagido positivamente. Lembrando que a Península Arábica fez parte da antiga Rota da Seda, manifestou apoio à iniciativa One Belt, One Road e ao seu alinhamento com a Visão Saudita 2030, que é um plano anunciado pelos sauditas em 2016 para diversificar a sua economia, tornando-a cada vez mais independente do petróleo e dinamizando outras actividades industriais, mineiras, energéticas e logísticas. Uma visão que visa ainda tornar o país uma potência industrial, no respeito pelo islamismo, pela sustentabilidade ambiental e assente na melhoria da qualidade de vida da população.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill