A Administração de Trump tem, ainda assim, intenções de leiloar licenças para parques eólicos offshore nas águas de Nova Iorque e Nova Jérsia
Associação de Pesca Comercial de Long Island
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O crescimento dos parques eólicos offshore em Nova Iorque e Nova Jérsia ameaça as vieiras (moluscos bivalves) existentes nessas águas. Ainda assim, a Administração de Trump pretende leiloar licenças para os parques, prevendo uma indústria eólica de cerca de 62 mil milhões de euros.

No entanto, há opiniões díspares. Bonnie Brady, Directora Executiva da Associação de Pesca Comercial de Long Island, referiu que “é uma quantidade insana de oceano para ocupar que deixará um vestígio de destruição muito grande”.

O Governo já reduziu a dimensão da área, no entanto, não projecta reduzir mais alegando que reduções de tal ordem poderiam levar a custos de desenvolvimento que ameaçam planos de Nova Iorque e Nova Jérsia para fornecimento de electricidade.

O Governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, recomenda que se atinjam 9 gigawatts de produção até 2035, passíveis de abastecer até 6 milhões de residências, enquanto Nova Jérsia estabeleceu uma meta de 3,5 gigawatts até 2030.

O que, na opinião de Sunny Gupta, Chefe de Desenvolvimento de Novos Mercados da Orsted AS, faz sentido, pois os “Estados Unidos são os que têm maior oportunidade de energia eólica offshore fora da Europa. Não estamos aqui apenas para construir projectos, estamos no caminho certo para construir uma cadeia de fornecimento regional eficiente”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill