Com 32 colaboradores em Portugal, a empresa atribui o seu crescimento em clientes ao aumento da competitividade
Transport Outlook 2019
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Nos primeiros seis meses desde que começou a sua actividade em Portugal, em 1 de Abril de 2018, a Ocean Network Express (ONE) transportou 30 mil TEU, no valor de 18 milhões de euros, crescendo 30% face à antiga K-Line, a única das três empresas que hoje a compõem que tinha investimento directo no nosso país.

De acordo com a empresa, que resultou da fusão de três importantes armadores japoneses, a Kawasaki Kisen Kaisha (K. Line), Mitsui O.S.K. Lines (MOL) e Nippon Yusen Kabushiki Kaisha (NYK), o crescimento da ONE em Portugal verificou-se sobretudo na rota Ásia-Europa.

Segundo Isabel Azeredo, country head da ONE Portugal, “a MOL e a NYK eram representadas por agentes e tinham pouca expressão no mercado de transporte contentorizado no país” e “como consequência da fusão, só o serviço Europa-África é novo, mas é ainda pouco representativo no nosso volume de negócios”.

Na opinião da mesma responsável, “estamos, por isso, a falar de um crescimento efectivo e não proveniente de mercados herdados resultantes da fusão”, sendo que “o aumento da competitividade dos nossos serviços permitiu-nos um crescimento na carteira de clientes”.

Actualmente, a empresa “mantém os serviços anteriormente disponibilizados pela K. Line Portugal, bem como a aposta no mercado de short sea, mas reforça a operação para África e Estados Unidos da América”, disponibilizando cinco rotas: INTRA-Europa (incluindo Escandinávia), Europa-Ásia (incluindo Médio Oriente e Sub-continente Indiano), Europa-África, Europa-América do Norte e Europa-Oceânia, esclareceu a ONE Portugal.

Em Portugal, a ONE mantém 32 colaboradores e até ao final do primeiro ano fiscal de catividade, espera “estabilizar o serviço”, refere Isabel Azeredo. A mesa responsável nota que “apesar das dificuldades internacionalmente reconhecidas, decorrentes da introdução de novos sistemas de informação e adaptação aos mesmos, conseguimos em Portugal não só manter os clientes herdados da K. Line, como crescer, sobretudo em novos negócios” e acrescenta que manterá “o mesmo ritmo de crescimento nos próximos três meses”.

“Uma das grandes apostas da ONE é liderar o segmento de transporte refrigerado, tendo para tal investido na aquisição de 14.000 contentores com refrigeração”, refere a empresa, que ambiciona “ascender em breve ao quarto lugar do ranking de companhias internacionais de contentores”. “Quando receber a totalidade dos navios que encomendou, terá uma frota total de 240 embarcações com uma capacidade de 1,44 milhões de TEU”, refere a ONE.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill