Um mês e meio depois de o terem apresentado ao Comissário Vella, o Seas at Risk apresentou o documento online para consulta pública
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A organização não-governamental Seas at Risk, entre outras ONG’s, apresentou um manifesto a que deu o nome de «Manifesto Azul» ao Comissário para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, para «garantir que no período 2015-2019» os oceanos terão «a atenção que merecem», ditam os mesmos.

A directora do Seas at Risk, Monica Verbeek, apresenta o documento como uma mostra das áreas principais «onde é preciso agir se queremos restaurar os nossos mares» e assegurar ecossistemas marinhos produtivos.

Monica Verbeek declara que a organização pede à Comissão Juncker para agir considerando as recomendações do manifesto, como um «pré-requisito» nos desenvolvimentos de políticas futuras, para uma economia azul sustentável.

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill