A Idade Moderna é também um tempo de um certo típico pueril optimismo, de uma Esperança secularizada, em que a «Sombra» que sempre existe no plano do Mundo é sempre propositadamente obliterada, senão mesmo negada, tal como bem se vê hoje no que respeita às ditas Energias Limpas que, não obstante as suas mitas inegáveis virtudes, não deixam de ter também o seu lado negro _ e mesmo bem mais negro, por vezes, do que se pretende fazer crer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill

Últimas Notícias

Receber Sumário Diário