A Fragata Corte-Real da Marinha Portuguesa vai comandar a Força Naval Europeia, EUROMARFOR, composta por navios das Marinhas de França, Itália, Portugal e Espanha, no maior Exercício Naval organizado em Portugal Portuguesa em 2019, o CONTEX-PHIBEX.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A decorrer desde ontem até ao próximo dia 28 de Junho,  no contexto do CONTEX-PHIBEX, ,a Força Naval Europeia irá proceder a uma série de exercícios tendo em vista o incremento de capacidades de prontidão e desenvolvimento conjunto de acções, procurando aumentar, em simultâneo, os níveis de interoperabilidade entre as Marinhas de modo a garantir a maior preparação possível para fazer face a todas as possíveis ameaças à segurança marítima comum.

Liderada pelo Comandante Salvado de Figueiredo, com o seu Estado-Maior internacional embarcado na Fragata Corte-Real, a Força Naval Europeia seguirá para Marrocos uma vez concluído o Exercício em Portugal, tendo como missão a realização novos treinos de cooperaração com a Marinha Real Marroquina, no âmbito da segurança marítima comum.

Portugal assumiu a 19 de Setembro de 2017, por um período de dois anos, o comando rotativo da EUROMARFOR, actualmente comandada pelo Vice-Almirante Henrique Gouveia e Melo, Comandante Naval da Marinha Portuguesa.

A EUROMARFOR é uma Força Naval disponível para ser activada sempre que necessário para o cumprimento de missões ou operações navais, aéreas e anfíbias específicas, com a responsabilidade de se encontrar operacional num curto período de tempo para o cumprimento  missões humanitárias, salvamento, manutenção da paz, combate em gestão de crises e restabelecimento da paz.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill