O nono navio da Aida Cruises com tecnologia Siemens chegou ao Mediterrâneo Ocidental no princípio de Julho para cruzeiros de sete dias, depois de ter deixado Nagasaki em Maio
Aida Perla
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Desde 1 de Julho que o novo navio de cruzeiro Aida Perla, da AIDA Cruises, navega pelo Mediterrâneo Ocidental, equipado com a solução de automação marítima Siship Imac da Siemens. Trata-se do nono navio da frota da AIDA Cruises equipado com soluções da Siemens.

O sistema Siship Imac tem por base o sistema Simatic PCS 7, “que monitoriza e controla todos os processos”, refere a Siemens. “Ao assegurar todas as funções de monitorização, alarmes e controlo de bordo, o sistema assegura uma navegação segura e economicamente eficiente”, refere a marca. Em caso de emergência, “o sistema de gestão de segurança, o sistema de controlo climático e o sistema de shutdown autónomo” estarão integrados no Siship Imac, acrescenta a empresa.

O Aida Perla é «irmão» do Aida Prima, tem 300 metros de comprimento, 37,6 metros de largura, 1.600 cabinas e capacidade para 3.300 passageiros. Foi o segundo navio de cruzeiro construído no estaleiro da Mitsubishi Heavy Industries, em Nagasaki, no Japão, e partiu do estaleiro no princípio de Maio para uma viagem de quase 15 mil quilómetros rumo ao Mediterrâneo ocidental.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Oceans Meeting

    Setembro 7 - Setembro 8
  2. Colóquio: Sines, o Porto e o Mar – História e Património

    Setembro 7 - Setembro 9
  3. X Congresso da APLOP

    Setembro 11 - Setembro 12
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill