Embora devessem ter terminado na última semana, as negociações sobre um contrato colectivo de trabalho para os estivadores de Setúbal continuam esta semana. Os motivos alegados por cada parte divergem ligeiramente, mas não contrariam a tese comum de que as negociações decorrem normalmente
Porto de Setúbal
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Embora a última semana devesse ter sido o último período de negociações relativas à celebração de um contrato colectivo de trabalho (CCT) com os estivadores do porto de Setúbal, tal não aconteceu. De acordo com o blogue do Sindicato dos Estivadores e da Actividade Logística (SEAL), que é uma das partes nestas negociações, conforme nota pulicada no dia 1 de Março, “em virtude de uma das associações patronais não ter disponibilidade de agenda”, as negociações prosseguem esta semana.

Fonte dos operadores contactada pelo nosso jornal no dia 1 de Março adiantou-nos que estaria agendada uma reunião para esta semana, dado que os operadores estariam a aguardar a resposta do SEAL a uma proposta sua. Todavia, quer o SEAL, quer os operadores, reconheceram que as negociações decorrem “a bom ritmo”, segundo o SEAL, e com “normalidade”, segundo fonte dos operadores. Entretanto, o SEAL admitiu que só se pronunciará sobre “os resultados finais que vierem a ser alcançados”.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill