Será o primeiro navio da empresa a testar o uso de biofuel marítimo, numa operação em parceria com o porto de Roterdão, a IKEA Transport & Logistics Services e o Programa GoodShipping
CMA CGM
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

No próximo dia 19 de Março, a CMA CGM, o porto de Roterdão, a IKEA Transport & Logistics Services e o Programa GoodShipping vão realizar um teste ao uso de um combustível marítimo à base de um biofuel de segunda geração, através de uma operação de abastecimento de um porta-contentores da CMA CGM, inédita num navio desta empresa, referem vários meios de comunicação internacionais.

Desenvolvido pela GoodFuels após três anos de pesquisa com fabricantes de motores de navios, este biofuel é integralmente derivado de resíduos florestais e desperdícios de produtos petrolíferos, devendo gerar uma redução de 80 a 90% nas emissões de CO2 face aos seus correspondentes combustíveis fósseis e eliminar virtualmente as emissões de enxofre, tudo sem necessidade de alterações nos motores.

De acordo com Xavier Leclercq, Vice-Presidente da CMA Ships, ter esta solução disponível “sem necessidade de alterações de engenharia ou operacionais nos nossos navios, oferece uma oportunidade inovadora e adequada para facilitar a transição do transporte marítimo rumo a novas soluções de combustíveis”. O que adquire especial relevância num momento em que a Organização Marítima Internacional (IMO, em inglês) definiu novas regras sobre emissões enxofre pelos navios que entrarão em vigor dentro de meses.

Tal como referem vários meios de informação, graças a esta colaboração, os parceiros procurarão demonstrar a escalabilidade, a sustentabilidade e a conformidade técnica do biofuel marítimo e assim estimular o desenvolvimento de opções realistas para limitar as emissões de gases de efeito de estufa e óxido de enxofre por parte do transporte marítimo.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Selvagens Ilhas Afortunadas

    Junho 6
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill