O número de reservas feitas pela MSC Cruzeiros (Portugal) em 2018 atingiu quase 30 mil, contribuindo para um crescimento da quota de mercado nacional em 4%, que agora é de 44%
Disney Cruise Line
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A MSC Cruzeiros registou reservas a 29.748 passageiros no mercado português em 2018, mais 34,2% do que em 2017, segundo informou a empresa, depois de concluída a sua auditoria anual, feita pela KPMG. Este resultado contribuiu para um crescimento de 4% de quota de mercado da empresa em Portugal, que agora é de 44%, segundo o MSC Market Intelligence Cruise Monitor, e corresponde a uma liderança pelo sexto ano consecutivo.

A propósito deste crescimento, Eduardo Cabrita, Director-Geral da MSC Cruzeiros em Portugal, refere que “2018 foi, uma vez mais, um ano extremamente positivo, de orgulho e crescimento para nós; com a entrada no segmento de luxo anunciada o ano passado, a companhia verá a sua capacidade triplicada e aumentará a sua frota para um total de 29 navios, até 2027”. Referiu anda que a posição da empresa, “bem como estes resultados”, “irão continuar a crescer sustentadamente”.

De acordo com o mesmo responsável, no mercado português, “atingimos todos os objectivos previstos” para 2018, “somos líderes de mercado pelo sexto ano consecutivo” e “continuamos a inovar, seja em novos destinos, portos e rotas – como o lançamento da terceira volta ao mundo em 2021, permitindo aos portugueses que já fizeram cruzeiros optarem cada vez mais por novos itinerários”.

A empresa refere também que “os itinerários mais procurados pelos portugueses continuam a ser os do Mediterrâneo e do Norte da Europa, sendo os cruzeiros com saídas e chegadas a Barcelona, Veneza, Kiel ou Copenhaga os mais vendidos”, acrescentando que “destinos como as típicas Caraíbas e Cuba, ou os itinerários pelos Emirados Árabes Unidos, têm vindo a ter cada vez mais peso nos últimos anos e são cada vez mais procurados pelo seu clima e exotismo, potenciando um crescimento da MSC Cruzeiros, que se verifica cada vez maior também no Inverno”.

“Além disso, as saídas e chegadas aos portos portugueses (cerca de 15% do total dos passageiros) continuam a ser uma grande aposta da companhia, que apresentou em 2018 uma operação com saída e chegada a Lisboa entre Setembro e Outubro a bordo do MSC Preziosa, e entre Outubro e Novembro a bordo do MSC Orchestra com embarque e desembarque no Funchal”, referiu a empresa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill