O Governo holandês autorizou a Vattenfall a construir um parque eólico offshore, não subsidiado, de 700 MegaWatts (MW).
EDPR Offshore North America
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Governo holandês autorizou a empresa de energia sueca Vattenfall a construir um parque eólico offshore não subsidiado, de 700 MegaWatts (MW), na Holanda, no Mar do Norte, que poderá produzir electricidade renovável para cerca de 1 a 1,5 milhões de residências, segundo o Safety4Sea.

A proposta apresentada em Dezembro, para o primeiro de dois parques de 350 MW, conhecidos como Hollandse Kust I e II, superou as da Statoil e da Innogy. Os parques deverão começar a operar até 2022 e deverão estar totalmente operacional no prazo de cinco anos após a emissão da licença.

“Anunciámos anteriormente que pretendemos investir 1,5 mil milhões de euros em investimentos de crescimento em energia eólica para o período 2017-2018. A Holanda é um mercado importante para nós e este será o nosso segundo projecto offshore. É uma grande honra para nós ter a oportunidade de contribuir com este projecto para a transformação do sistema energético holandês”, explicou Magnus Hall, Presidente e CEO da Vattenfall.

É de relembrar que o Hollandse Kust foi o terceiro de cinco concursos realizados pelo governo holandês numa tentativa de criar uma capacidade de 3.500 MW de energia eólica offshore até 2023. Os dois primeiros projectos, de 700 MW cada, foram concedidos em 2016 para a dinamarquesa Orsted e para um consórcio da Shell e Eneco.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Segurança

    Setembro 28
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill