A empresa de transporte marítimo tenciona investir na Traxens, ganhando direitos de accionista e 50 mil dispositivos da marca.
Maersk
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Maersk, à semelhança do que fizeram a CMA CGM e a MSC, anunciou recentemente a sua intenção de se unir à Traxens, empresa de soluções de rastreio de contentores. Segundo o World Maritime News, a Maersk investirá capital na Traxens e terá direitos de accionista, assim como a 50 mil dispositivos Traxens.

Note-se que a Traxens, fundada em 2012, tem vindo a desenvolver soluções para a área de logística de cargas tendo criado uma solução de monitorização de contentores. E, com o novo investimento, a empresa já referiu que se poderá concentrar em fortalecer soluções e impulsionar a inter-operabilidade baseada em tecnologia, na ambição de a digitalizar.  

“Ter três das maiores companhias de navegação do mundo a apoiarnos é, certamente, um grande auxílio na aceleração do desenvolvimento internacional e contribuirá para que a nossa solução se torne um padrão de mercado global para toda a cadeia de fornecimento”, explicou Jacques Delort, Gestor da Traxens.

“Criar visibilidade sobre as condições e a localização da carga em contentores está a alterar a estratégia da Maersk. Tendo sido pioneiro na tecnologia IoT na nossa frota de contentores para refrigerados, estamos entusiasmados por nos unirmos à Traxens e colaborarmos com o enorme potencial em contentores conectados. Com esse investimento, esperamos trabalhar com os principais participantes do sector para promover uma solução dentro de produtos e tecnologias conectadas para cargas de alto valor”, referiu Ingrid Uppelschoten Snelderwaard, Vice-presidente da Maersk.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill