As aquisições obedecem a investimentos disciplinados para diminuir o passivo do grupo
Maersk Oil Trading and Investments
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Maersk estará a procurar adquirir activos em terra, como camiões e armazéns, para dinamizar as suas operações logísticas, no âmbito do processo de transformação da companhia de conglomerado em empresa global de logística integrada de contentores, refere o World Maritime News.

As aquisições, contudo, estão a ser feitas a um ritmo contido e com investimentos disciplinados para reduzir o seu passivo, sobretudo num momento em que elevados custos operacionais, com destaque para o preço dos combustíveis, exercem pressão sobre as receitas da companhia.

De acordo com a publicação, a transformação da Maersk durará de três a cinco anos. E desse processo fazem parte a separação do seu negócio de energia – incluindo a autonomização da Maersk Drilling (que será uma companhia independente cotada na Bolsa de Copenhaga este ano) -, que está por concluir, bem como soluções para a divisão Maersk Supply Service, que estão a ser estudadas.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill