Numa ronda de angariação de investimento, a tecnológica nacional captou o que foi o maior investimento de sempre da Maersk numa start-up portuguesa
HUUB
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Maersk investiu 1,5 milhões de euros na HUUB, que opera na logística para o sector da moda, naquele que é o “primeiro investimento da multinacional dinamarquesa numa start-up portuguesa”, anunciou a HUBB no final da última semana. Segundo a empresa nacional, o investimento resulta de uma ronda de investimentos de 2,5 milhões de euros liderada pela sociedade de capital de risco Pathena em 2018, marcada “pelo elevado interesse de vários investidores europeus”.

“Sabíamos que estávamos numa posição interessante para negociar um novo investimento antes da próxima ronda — a Série A. Procurávamos aquilo a que chamamos de smart money, ou seja, garantir que, além de capacidade financeira, o nosso novo parceiro pudesse aportar valor à empresa”, afirma Luís Roque, co-fundador e presidente executivo (CEO) da HUUB, acrescentando que “a Maersk é precisamente o maior player mundial na indústria em que estamos inseridos, pelo que já são, e certamente continuarão a ser, um parceiro fundamental no crescimento acelerado da HUUB”.

De acordo com a HUUB, esta nova ronda fecha o ciclo de estágio inicial, com um total de 4,35 milhões de euros angariados, “um dos maiores investimentos de sempre registados em Portugal, e que representa mais do dobro da seed média norte-americana e quatro vezes a média europeia”. Luís Roque nota ainda que o investimento da Maersk permitirá cumprir um plano estratégico rigoroso definido pela sua empresa.

Em declarações citadas pelo DinheiroVivo, Luís Roque considera que “a Maersk traz-nos precisamente esse poder estrutural e possibilidade de escalar as nossas operações logísticas a nível global para tornar ainda mais eficiente a nossa cobertura mundial que já toca em 128 países. Esta entrada de capital vai ser canalizada sobretudo para as duas áreas de desenvolvimento core da empresa neste momento: tecnologia e vendas”. Também à DinheiroVivo, Luís Roque declarou que a Maersk, “pela grande capacidade financeira que tem, poderá acompanhar e até liderar futuros investimentos, abrindo caminho e reforçando a confiança” de outros capitais de risco na empresa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill