A Maersk Container Industry decidiu concentrar recursos nos contentores para carga refrigerada e tirar partido das suas próprias tecnologias neste segmento, entrando em definitivo no universo da Internet das Coisas
Divisão Anti-Trust do Departamento de Justiça dos Estados Unidos
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Maersk Container Industry (MCI), unidade do grupo A.P. Moller – Maersk dedicada ao fabrico de contentores, decidiu abandonar a produção de contentores para carga seca e aplicar os seus recursos na produção de contentores para cara refrigerada. Segundo a MCI, a decisão resulta da forte pressão do mercado sobre os contentores para carga seca e do elevado crescimento dos contentores para carga refrigerada decorrente da procura global por produtos frescos e outras commodities.

Na sequência desta decisão, comunicada há dias pela MCI, foi também decidido cessar as operações da fábrica de Dongguan, na China, que, aliás, já estava inactiva desde o início de Dezembro de 2018 devido a duras condições de mercado. Em comunicado recente, o CEO da MCI, Sean Fitzgerald, manifestou o empenho da empresa em acautelar os interesses dos seus colegas dessa fábrica afectados pela decisão e o reconhecimento pela sua dedicação e trabalho ao longo dos anos.

O Maritime Executive recorda que em Junho de 2018 a empresa encerrou a fábrica de San Antonio, no Chile, consolidando os seus recursos de produção de contentores de carga refrigerada na fábrica de Qingdao, na China, que opera desde 1998.

Ainda sobre a decisão de se dedicar apenas aos contentores de carga refrigerada, a MCI refere que actualmente, um em cada três desses equipamentos utilizados no transporte de bens perecíveis usa a tecnologia de refrigeração StarCool, fabricada pela própria MCI. E que com o recente lançamento da solução Sekstant® Global Guidance, a empresa entra definitivamente no universo da Internet das Coisas, transformando as operações através do uso de dados operacionais.

“A estratégia da MCI é crescer na cadeia de frio, onde a tecnologia StarCool é claramente líder”, refere Sean Fitzgerald, acrescentando que “este crescimento requer investimento focalizado nos melhores produtos e serviços” e que “ao colocar todos os recursos da MCI no negócio da cadeia de frio, será garantido um crescimento sustentável e um investimento continuado nos melhores produtos e serviços para os nossos clientes”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill