O anterior programa Integração da Mulher no Sector Marítimo (IWMS), agora conhecido como Mulheres na Marinha, já está a dar frutos: há cada vez mais mulheres no sector marítimo e a IMO criou recentemente um logotipo que espera que os Estados Membros adoptem
IMO
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Com o intuito de apoiar o objectivo 5 das Nações Unidas – Alcançar a igualdade de género e dar poder a todas as mulheres – a Organização Marítima Internacional (IMO, sigla em inglês) lançou, na última Quarta-feira, um novo logotipo para o programa Mulheres na Marinha. Espera-se que este passo da IMO influencie os Estados Membros a “abrir as portas” de institutos marítimos às mulheres, dando-lhes o mesmo acesso que aos homens, avança o comunicado oficial.

“O programa Mulheres na Marinha da IMO apoia a participação de mulheres tanto em postos em terra como no mar, sob o mote «Treino-Visibilidade-Reconhecimento», através de uma ampla gama de actividades específicas de género. O novo logotipo é apenas uma parte visível do programa e ajudará as mulheres no mar a ganhar mais visibilidade e exposição em todo o sector marítimo e não só”, explicou a coordenadora do programa, Helen Buni.

Desde que o programa foi criado, há 31 anos, o portfólio de actividades já cresceu bastante. Sendo que a IMO apoiou o estabelecimento de sete associações regionais para mulheres no sector marítimo em África, Ásia, Caraíbas, América Latina, Médio Oriente e Ilhas do Pacífico, em 152 países e territórios dependentes e 490 participantes.

O programa oferece bolsas específicas para mulheres e acesso a treino técnico de alto nível no sector marítimo em países em desenvolvimento. O “Women in Port Management” é um exemplo do curso de longa duração, realizado em Le Havre, França, em parceria com o Instituto Portuário de Educação e Pesquisa (IPER) e a Autoridade Portuária de Le Havre, onde, em 2018, 48 mulheres de 32 países estudaram gestão portuária.

Na Universidade Marítima Mundial (WMU) da IMO, na Suécia, o número de mulheres formadas tem vindo a aumentar. Em 2018 formaram-se 4.919 pessoas, das quais 1.029 mulheres. E no Instituto Internacional de Direito Marítimo da IMO (IMLI) formaram-se 361 mulheres no ano lectivo de 2017-2018, num universo de 837 formandos.

Deste modo, a IMO convida todos os Estados Membros a usar o novo logotipo promovendo esta nova realidade, demonstrando estarem em sintonia com o objectivo da IMO, principalmente, neste momento em que a organização se concentra neste objectivo, tendo inclusivamente especificado o tema «Empowering Women in the Maritime Community» para o Dia Mundial do Mar.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill