A Human Rights at Sea e a Business and Human Rights Resource Centre fizeram uma parceria para dar voz aos “injustiçados” no mar.
SEASOLAS
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A organização de direitos humanos Human Rights at Sea (HRAS) anunciou uma parceria com a sua congénere Business and Human Rights Resource Centre (BHRRC) para desenvolver uma plataforma online que pretende registar casos de abusos dos direitos humanos dos marítimos, anunciando situações internacionais pertinentes entre a indústria do transporte marítimo e da pesca, de forma a identificar as empresas com melhor Responsabilidade Corporativa Social, segundo comunicado da HRAS.

Numa tentativa de continuar os esforços em prol da divulgação de questões de direitos humanos no mar, a HRAS criou a primeira plataforma ligada à BHRRC, que já possui referências a mais de 50 companhias marítimas internacionais como exemplos de casos que podem ser identificados através da função online relativa a indústria marítima, indústria de pesca e desmantelamento de navios.

“Este é outro passo positivo para a campanha de defesa em curso, visando enfrentar a actual falta de transparência na cadeia marítima, particularmente quando se trata de identificar e destacar os casos de abusos no mar. O Business and Human Rights Resource Center é um centro internacional reconhecido por relatórios objectivos e que incentiva a transparência através da divulgação de casos no registo público. A plataforma também nos permite identificar e mostrar exemplos das melhores práticas”, explicou David Hammond, Fundador e Administrador da HRAS.

Também Phil Bloomer, Director Executivo do BHRRC, sublinhou que “desde as condições de trabalho dos marinheiros, à escravidão moderna no sector da pesca, aos ataques violentos de pirataria e ataques do género, à contaminação ambiental que afecta a saúde humana, a indústria precisa de normas e padrões para resolver efectivamente estas questões”.

Desde 3 de Abril de 2014 que a HRSA defende explicitamente os direitos humanos no meio marítimo. Destacam abusos, registando casos de marinheiros desaparecidos e pescadores no mar, desenvolvendo orientação internacional sobre importantes áreas temáticas, divulgando notícias pertinentes e construindo plataformas de redes sociais que permitem divulgar a mensagem principal de que os direitos humanos se aplicam no mar da mesma forma que em terra.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill