A transportadora marítima MOL antecipa uma quebra no mercado dos graneleiros de secos, motivada pela incerteza nas relações comerciais entre a China e os Estados Unidos e por factores sazonais
MOL
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O mercado dos graneleiros de secos vai enfraquecer devido à incerteza resultante do conflito comercial entre os Estados Unidos e a China e a factores sazonais, como um abrandamento nos carregamentos de minério de ferro a partir da estação das chuvas no Brasil e na Austrália e à esperada diminuição da procura decorrente do Ano Novo Chinês, considera a transportadora marítima MOL, citada pelo Safety4Sea.

Também segundo a MOL, o mercado dos grandes petroleiros (very large crude oil carrier, ou VLCC) tem vindo a enfraquecer desde o princípio do ano, depois de ter atingido um pico no final de 2018. Após uma recuperação a partir da primeira metade do ano fiscal, quando estava fraco devido a redução da procura de transporte provocada por factores sazonais, este mercado fortaleceu-se no terceiro trimestre em resultado de outros factores, como a chegada do Inverno e aumento das exportações petrolíferas da África Ocidental e da América do Norte como fontes alternativas do petróleo iraniano.

Paralelamente, as tarifas dos cargueiros Capesize melhoraram no primeiro semestre do ano fiscal graças a uma recuperação nos carregamentos de minério de ferro da Austrália e Brasil, mas perderam fôlego com a aproximação do final do segundo trimestre. Em Novembro, caíram a pique devido a preocupações com a relação entre a oferta e a procura geradas por um descarrilamento ferroviário na Austrália que levou ao pânico e à venda descontrolada em alguns mercados. Todavia, a partir do final de Novembro, o mercado recuperou graças ao regresso da procura de spots.

Quanto ao mercado dos Panamax, manteve-se firme na primeira metade do ano fiscal, assente em volumes estáveis das cargas principais, como os carregamentos de carvão e minério de ferro da América do Sul, numa tendência que continuou na primeira metade de Outubro. Mas fracos carregamentos de cereais da América do Norte durante o conflito comercial entre os Estados Unidos e a China e a restrição temporária dos chineses à importação de carvão provocaram uma queda nas tarifas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill