A empreitada visa a alimentação artificial do troço costeiro da Costa Nova-Vagueira e custa 11.900.500 euros
Peixe em Lisboa
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Governo aprovou uma resolução para a execução da empreitada de alimentação artificial do troço costeiro da Costa Nova-Vagueira com Inertes Provenientes do Porto de Aveiro, por parte da Agência Portuguesa do Ambiente.

A medida tomou a forma de uma resolução para autorização da despesa e foi aprovada ontem em Conselho de Ministros. Em causa está um investimento de “11.900.500,00 euros, comparticipado em 75% pelo PO SEUR (relativamente ao valor da responsabilidade da APA, I.P.) e em 44% pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (relativamente ao valor da responsabilidade da APA, S.A.)”, conforme se lê no comunicado.

A intervenção integra-se  no Projecto de Infra-estruturação da Zona de Actividades Logísticas e Industriais do Porto de Aveiro,  contemplado na Estratégia para o Aumento da Competitividade da Rede de Portos Comerciais do Continente – Horizonte 2026.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Seminário: Exploração de Hidrocarbonetos na Era da Transição Energética

    Junho 27 @ 14:30 - 18:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill