A Alemanha decidiu em definitivo apoiar o uso de combustíveis alternativos e mais limpos no transporte marítimo. Depois do MS Innogy, movido a metanol, é a vez do financiamento a navios movidos GNL
Gás natural liquefeito
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Governo alemão anunciou o lançamento de um programa de financiamento para navios alimentados a gás natural liquefeito (GNL), com o objectivo de promover a utilização daquele combustível entre a indústria do transporte marítimo na Alemanha, refere o World Maritime News.

O anúncio surge poucos dias depois do MS Innogy se ter tornado o primeiro navio alimentado a metanol na Alemanha a entrar ao serviço, como navio de passageiros, e visa acelerar a introdução de combustíveis alternativos no transporte marítimo do país como meio de reduzir as emissões de poluentes no contexto das novas regras em matérias ambientais que se avizinham para o sector.

Segundo o jornal, foi anunciado que a abertura de candidaturas está a ser preparada e que serão elegíveis para financiamento as empresas detentoras de um navio ou que pretendam construir um navio, bem como entidades governamentais ou de direito público. O financiamento contemplará o equipamento de novos navios movidos a GNL e modernização de navios para propulsão com dois tipos de combustível.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill