As medidas terão sido tomadas em coordenação com o Canadá e a União Europeia e visam empresas com actividades na Crimeia, designadamente na área da defesa
InvaSave
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Numa medida coordenada com o Canadá e a União Europeia (UE), os Estados Unidos sancionaram seis empresas russas, incluindo construtoras navais e fabricantes de equipamento marítimo, refere o World Maritime News. As sanções foram anunciadas no dia 15 de Março e são uma resposta às acções militares da Rússia contra três navios ucranianos e o aprisionamento de marinheiros ucranianos pelas forças russas.

Segundo o jornal, as empresas designadas são os estaleiros Yaroslavsky Shipbuilding Plant e Zelenodolsk Shipyard Plant, os fabricantes de equipamento AO Kontsern Okeanpribor, PAO Zvezda, AO Zavod Fiolent e GUP RK KTB Sudokompozit. São empresas da área da defesa com operações na Crimeia, algumas das quais ter-se-ão apropriado de activos públicos ucranianos para prestar serviços ao Exército russo, refere o jornal, acrescentando que estas sanções se juntam a outras impostas a diferentes empresas e personalidades russas.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill