Governo norte-americano quer implementar legislação para facilitar exportações de GNL para Caraíbas e Américas Central e do Sul
GNL
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE, ou Department of Energy) anunciou a intenção de propôr legislação destinada a acelerar operações de exportação de gás natural liquefeito (GNL) até ao volume de 0.14 mil milhões de pés cúbicos diários, refere o Maritime Executive.

O objectivo é facilitar a exportação de GNL em pequena escala para países que não consomem um volume suficiente deste produto que justifique importações em larga escala, de grandes terminais e em navios tanque convencionais, como é o caso de Estados das Caraíbas e das Américas do Sul e Central.

As exportações visadas por esta legislação devem cumprir a política ambiental do DOE, na linha do que já foi adiantado pelo Secretário de Estado da Energia, Rick Perry, que lembrou que a Administração Trump está empenhada em fornecer combustível fiável e amigo do ambiente aos seus parceiros comerciais que enfrentam desafios ao nível das infra-estruturas energéticas.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Greenfest

    Setembro 28 - Outubro 1
  2. Logística e Cadeias de Abastecimento

    Outubro 11 @ 9:30 - 18:00
  3. 1ª Feira e Congresso Trabalhar num Navio

    Outubro 19 @ 11:00 - 19:30
  4. MOST Iberia 2017

    Outubro 21 - Outubro 24
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill