As previsões são da Wood Mackenzie. E prevê-se que com investimento de cerca de 17,4 mil milhões de euros nos primeiros projectos de GNL na Costa do Golfo, os Estados Unidos “ressurjam” para o mercado de GNL.
TurkStream
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

“Com o FID (decisão de investimento final) iminente em três projetos de GNL (gás natural liquefeito) na Costa do Golfo dos Estados Unidos, a América do Norte deve liderar um ano recorde esperado com as aprovações de projectos de GNL”. Foi assim que Alex Munton, analista da Wood Mackenzie, acabou por confirmar a liderança dos Estados Unidos, com pelo menos três projectos previstos de GNL para o primeiro semestre de 2019 na Costa do Golfo – Sabine Pass Train 6, Golden Pass e Calcasieu Pass.

 

Conforme avança a Wood Mackenzie em comunicado, 17,4 mil milhões de euros serão aplicados nos projectos. Pelo que, apesar de 2018 não se ter revelado um “ano áureo” para o GNL nos Estados Unidos, o mercado “ressurgiu”, e desde Setembro que empresas importantes como a Cheniere Marketing (CMI), a Venture Global, a Sempra, a Tellurian, a Freeport e a Woodfibre anunciaram contratos a longo prazo. Pelo que se antecipam 13 milhões de toneladas por ano em vendas, totalizando mais de 20 milhões de toneladas por ano.

 

Esta “onda de aposta”, deve-se, segundo Alex Munton à “confiança renovada nas perspectivas para o GNL, juntamente com a escolha, flexibilidade e competitividade que o mercado dos Estados Unidos oferece”. “Enquanto a Costa do Golfo continua a ser a principal região de crescimento de GNL da América do Norte, projectos no Canadá e no México estão a progridir também, atraindo interesse”, referiu Munton. “A capacidade adicional do oeste canadiano poderia auxiliar na oferta do Canadá para os mercados globais e assistimos agora à dinâmica em torno do México como uma rota de exportação alternativa para a produção dos Estados Unidos”, conclui.



Um comentário em “Estados Unidos na liderança de GNL em 2019”

  1. Luiz Brandão Rodrigues diz:

    É o futuro nestes 40 anos que começam agoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill