Durante a operação de dragagem para melhorar o acesso marítimo ao porto de pesca de Santa Luzia, foram recolhidas toneladas e lixo, que já seguiram para vazadouro e, no caso dos arenosos, para alimentar a Praia da Terra Estreita
Docapesca
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

“A Docapesca concluiu os trabalhos de dragagem para o acesso marítimo aos cais flutuantes do porto de pesca de Santa Luzia, em Tavira”, informou ontem a empresa em comunicado, acrescentando que a operação, além dos seus objectivos de segurança da navegabilidade marítima, permitiu recolher quase “sete toneladas de lixo que estavam no fundo desta bacia”.

A operação representou um investimento de 150 mil euros e visou restabelecer “as condições de segurança, navegabilidade e de estacionamento de embarcações dos pescadores”, informou a empresa. Quanto aos resíduos recolhidos, “seguiram para tratamento em vazadouro”, esclareceu a Docapesca, sublinhando que “os sedimentos arenosos seguiram para alimentar a Praia da Terra Estreita, de acordo com as orientações da APA/ARH”.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill