Na conclusão da entrevista com a nova Administração da Docapesca, a perspectiva das suas funções enquanto responsável também por portos de recreio, as concessões a realizar e o detalhado plano de investimentos já programados e próximos.
Docapesca


Um comentário em “Docapesca: náutica de recreio e o plano de investimentos”

  1. Jose Luis G Cardoso diz:

    Mais uma vez Muito Obrigado pela maneira aberta e esclarecedora como apresentaram os desígnios e objectivos da vossa Empresa de capital Publico para aumentarem o valor da massa biológica transacionada nas Lotas Presenciais e já em Plataformas Digitais. É uma grande novidade para mim , leigo na matéria, o conjunto de investimentos nos portos, cais, nas parcerias com os centros de Investigação associados a algumas Universidades de nome em Portugal, com as Camaras Municipais , parcerias fundamentais para o aumento do valor da Biomassa lançada no mercado.
    Pergunto mais dois dados:
    1. Qual a dimensão humana da vossa empresa, separando a componente de gestão , da de controle financeiro e de decisão sobre contratos levados a concurso e aprovados e o sector de preparação , apresentação , recolha e distribuição do pescado nas Lotas.
    2. A avaliação da qualidade das águas dos Rios , Estuários e efluentes provenientes das E.T.A.R´s faz já parte dos dados registados e associados às áreas de captura do pescado transaccionado?
    M obg
    JLCardoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill