O Cônsul chinês em Nova Iorque terá escrito um artigo num jornal norte-americano no qual sugeria que Washington teria vantagem em aderir ao projecto
One Belt, One Road
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Segundo noticiado pelo Safety4Sea, o Cônsul Geral da China em Nova Iorque, Huang Ping, escreveu um artigo no Pittsburgh Post-Gazette no qual sugeriu que os Estados Unidos têm todo o interesse em colaborar com o seu país na iniciativa «Uma Faixa, Uma Rota».

O objectivo da cooperação de Washington seria reforçar a conectividade e mitigar em conjunto com Pequim as questões relacionadas cm o desenvolvimento global. Tal cooperação poderia sinalizar uma colaboração entre os dois países à escala global em vários planos, incluindo o comércio, a política, as finanças e as infra-estruturas.

O trabalho conjunto de Pequim e Washington teria a vantagem de ligar ainda mais culturas e civilizações, com os efeitos já conhecidos resultantes das ligações que a «Uma Faixa, Uma Rota» produziu nos países que aderiram à iniciativa, considera o diplomata.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Selvagens Ilhas Afortunadas

    Junho 6
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill