Dinamarca e Estados Unidos assinaram um Memorandum de Entendimento para reforçarem a cooperação na área das energias eólicas offshore.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Memorandum de Entendimento assinado entre a Dinamarca e os Estados Unidos tendo em vista o reforço da cooperação em projectos de produção de energia eólica offshore centra-se nos seguintes pontos considerados prioritários:

  • Promoção de troca de informação sobre melhores práticas e iniciativas políticas tendo em vista o desenvolvimento e a regulamentação sobre os recursos de produção de energia eólica offshore;
  • Identificação e discussão sobre os desafios colocados ao financiamento gestão do risco relativamente às instalações de projectos de produção de energia eólica offshore;
  • Identificação de oportunidades para partilha das melhores práticas, regulamentos e modelos científicos em termos de protecção do ambiente, incluindo mas não limitado aos eventuais efeitos das instalações de eólicas offshore sobre os mamíferos marinhos, aves migratórias e recursos naturais e culturais existentes;
  • Promoção de transferência de conhecimento e especialização tecnológica relativamente às interligações e integração da energia produzida offshore nas redes de distribuição de electricidade existentes.

Importa relembrar que os Estados Unidos têm vindo a reforçar os seus investimentos no sector da produção de energia eólica offshore, não apenas pelos recentes concursos lançados tanto na Costa Leste com também recentemente na Costa da Califórnia, calculando o Departamento de Energia um potencial total 4 000 GW de produção, conjugando o potencial ao largo das costas marítimas como na área dos Grandes Lagos



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

Não existem eventos agendados de momento.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill