Portos de todo o mundo admitiram à associação que vão aceitar este equipamento nas suas águas
Netherlands Maritime Technology
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Clean Shipping Alliance 2020 (CSA 2020), uma associação de empresas que promove o uso eficiente dos scrubbers como forma de reduzir as emissões poluentes dos navios, admitiu ter recebido cartas de aprovação ou não rejeição de autoridades portuárias de todo o mundo confirmando que não irão proibir o uso de scrubbers de circuito aberto nas suas águas, noticia o Safety4Sea.

De acordo com a publicação, depois de ter mantido reuniões com responsáveis portuários, a CSA 2020 congratulou-se com o facto de os portos não tencionarem apresentar quaisquer documentos à Organização Marítima Internacional (IMO) relativos a operações com scrubbers, excepto se surgirem novos dados científicos sobre o assunto.

Com um número significativo de portos convencidos das evidências científicas que autorizam o uso de scrubbers de circuito aberto, a CSA 2020 apelou a outros portos para que analisem dados científicos independentes antes de tomarem qualquer decisão sobre a sua proibição. Segundo a publicação, permanece reduzido o número de portos que estabeleceram restrições a este tipo de scrubber e entre aqueles que proibiram o seu uso começam a surgir segundas opiniões.

Entretanto, a associação apresentou aos portos provas científicas segundo as quais as águas residuais geradas pelo processo de limpeza dos scrubbers são ambientalmente aceitáveis e compatíveis com os limites regulatórios.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Selvagens Ilhas Afortunadas

    Junho 6
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill