O Governo da Coreia do Sul e várias instituições relacionadas com a construção naval, a investigação e a finança vão unir-se num projecto orientado para a diminuição da emissão de poluentes da indústria naval
Gás Natural Liquefeito
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

O Governo da Coreia do Sul vai lançar a construção de um navio de 180 mil toneladas brutas alimentado a Gás Natural Liquefeito (GNL), refere o World Maritime News com base em informações do Ministério dos Oceanos e Pesca daquele país.

Segundo o jornal, hoje, o Governo, a POSCO, a Korea Gas Corporation, a Korea Development Bank, a Korea Shipowners’ Association, a LNG Bunkering Industrial Association e um instituto de investigação irão assinar o acordo que dará início a este projecto.

Trata-se de uma iniciativa piloto destinada a promover a redução da emissão de poluentes a partir dos navios e o desenvolvimento de indústrias ambientalmente sustentáveis, que envolve a colaboração do Governo sul-coreano com estaleiros e instituições financeiras do país para a criação de uma nova classe de navios alimentados a GNL.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill