Volume de novas encomendas diminui face a igual período do ano anterior
China
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A indústria de construção naval chinesa registou uma queda de 25,4% em novas encomendas de navios no primeiro trimestre deste ano face ao mesmo período do ano anterior, revela o World Maritime News com base em dados da China Association of the National Shipbuilding Industry (Cansi).

Durante os primeiros três meses de 2017, os estaleiros chineses conquistaram um volume de novos pedidos equivalente a 5,54 milhões de toneladas de porte (deadweight tonnage, ou dwt). No mesmo período, os estaleiros atingiram um pico de 15,67 milhões de dwt em navios concluídos, mais 87,7% do que em igual período de 2016.

A Cansi concluiu também que no mesmo período os 53 maiores construtores garantiram menos 36,1% de novas encomendas, equivalentes a 4,42 milhões e toneladas de dwt, e terminaram navios com 13.37 milhões de dwt, ou seja, mais 71,6% do que no período homólogo do ano anterior.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Exposição: Convento das Trinas – Anos 40-Hoje

    Abril 18 @ 10:00 - Maio 5 @ 17:00
  2. Workshop – Profissões de Mar no Feminino

    Abril 27 @ 14:00 - 18:00
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill