Aprovado hoje pacote de medidas para a economia circular
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A Comissão Europeia (CE) adoptou hoje, dia 2 de Dezembro, um novo pacote da economia circular para incentivar a transição da Europa para uma economia circular, que «reforçará a competitividade a nível mundial, promoverá um crescimento económico sustentável e criará mais emprego», segundo consta de um comunicado da instituição.

«Os planos aproveitarão ao máximo o valor e a utilização de todas as matérias‑primas, produtos e resíduos, promovendo poupanças de energia e diminuindo as emissões de gases com efeito de estufa. As propostas abrangem todo o ciclo de vida: da produção ao consumo, à gestão dos resíduos e ao mercado das matérias-primas secundárias», acrescenta o comunicado.

A transição será apoiada pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, «por 650 milhões de euros do Horizonte 2020 (programa da UE de financiamento para investigação e inovação), por 5,5 mil milhões de euros de fundos estruturais para a gestão dos resíduos e por investimentos na economia circular a nível nacional».

Entre as principais medidas agora adoptadas ou a aplicar «durante o mandato desta Comissão», consta uma estratégia para o plástico na economia circular e, neste contexto, o objetivo de reduzir o lixo marinho em, pelo menos 25 por cento, através da aplicação da legislação relativa aos resíduos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

De momento não existem próximos eventos.

«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill