São os povos todos iguais?... Se não são os povos todos iguais e os povos não são senão sempre formados por pessoas, Comandar, que é sempre Comandar pessoas, sendo pessoas de povos diferentes, não implica serem diferentes pessoas exigindo, por conseguinte um diferente Comandar, uma diferente arte de Comando?... É isso o que nos diz o Comandar no Mar?... Eis uma boa interrogação para desvendarmos…


2 comentários em “Comandar no Mar”

  1. Artur Manuel Pires diz:

    Um excelente momento proporcionado por três notáveis protagonistas dos assuntos do mar, em torno de uma obra que começa merecidamente a tornar-se um clássico da literatura marítima portuguesa.
    Os meus sinceros parabéns ao Jornal da Economia do Mar.

    Cordialmente, Artur Manuel Pires

  2. Muito bom assistir três naipes superiores nos assuntos do mar e figuras humanas únicas com quem tive o prazer de ter “ancorar” em alguns ricos momentos sobre os assuntos do mar. Prazer igualmente grande foi ter cumprido a missão de conseguir, como Amigo da Marinha do Brasil, junto ao “Amigo” Almirante Ilques Barbosa Junior que, mesmo durante situação dramática de pandemia envolvendo a nossa MB e o nosso combalido mas riquíssimo país em gente e tudo o que diz respeito à vida, então que o Comandante da Marinha do Brasil escrevesse o Prefácio desta Obra única, tal como os seus autores e produtores. Não poderia ser melhor galardoada com a presença em suas páginas do Comandante da Marinha Portuguesa, o Almirante António Mendes Calado. Bravo Zulu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. A Produção de insetos e a sua utilização em alimentação animal

    Dezembro 9 @ 21:00 - 23:00
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill