Conforme já tinha admitido, a empresa vai investir em navios co scrubbers ou a GNL para se adaptar às novas regras sobre combustíveis marítimos
Digital Container Shipping Association
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

Tal como já tinha anunciado, a CMA CGM distribuiu investimentos em novos navios por unidades equipadas com exaustores de gases de escape (scrubbers) e unidades a gás natural liquefeito (GNL), em ambos os casos para adaptar a sua frota às novas exigências legais sobre combustíveis marítimos que entrarão em vigor no próximo ano, refere o Safety4Sea.

Segundo a publicação, que refere dados do Fearnleys Weekly Report, na última semana, a empresas encomendou à China State Shipbuilding Corporation (CSSC) a construção de 10 navios, cinco dos quais com tanques de 10 mil metros cúbicos para GNL e cinco com scrubbers. Os navios para GNL representarão um investimento de 114 milhões de euros e os outros um investimento de 96 milhões de euros.

A publicação recorda que em Setembro de 2018, a empresa fez um anúncio público no qual admitiu estas opções e que as medidas a tomar para corresponder aos novos requisitos de combustíveis marítimos impostos pela Organização Marítima Internacional (IMO) teriam um custo adicional de 160 dólares (140 euros) por TEU.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Selvagens Ilhas Afortunadas

    Junho 6
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill