O Japão parece procurar cada vez mais parcerias em mercados externos, designadamente na China, onde a mão-de-obra é mais barata, visando obter valor acrescentado para a sua indústria de construção naval
IMO
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone

A empresa chinesa Yangzijiang Shipbuilding e as japonesas Mitsui E&S Shipbuilding e Mitsui & Co. formaram uma parceria para a construção de navios que reúne a elevada capacidade de produção da companhia chinesa e as capacidades de venda e tecnológica das firmas japonesas, refere o Maritime Executive.

Baseada em Jiangsu, na China, a nova empresa é lançada com um capital social de 85 milhões de euros (99 milhões de dólares), detido em 51% pela Yangzijiang Shipbuilding e o restante pelas empresas japonesas. Segundo a publicação, deverá começar a operar em Abril do próximo ano e arrancar com a construção de graneleiros, antes de se dedicar também a navios tanque.

Face aos baixos custos de mão-de-obra na China (1/3 dos do Japão), para a Mitsui, este envolvimento, que já era desejado há algum tempo representa a possibilidade de participar na construção de navios de alto valor acrescentado por um custo reduzido. Anteriormente, a Mitsui já tinha feito uma parceria com a Tsunesishi Shipbuilding, também japonesa, que já tem um estaleiro nas Filipinas e outro na China.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Próximos eventos

  1. Da Cartografia na Antiguidade até à Cartografia Portuguesa

    Novembro 16 @ 15:00 - 17:30
«Foi Portugal que deu ao Mar a dimensão que tem hoje.»
António E. Cançado
«Num sentimento de febre de ser para além doutro Oceano»
Fernando Pessoa
Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto.
Vergílio Ferreira
Só a alma sabe falar com o mar
Fiama Hasse Pais Brandão
Há mar e mar, há ir e voltar ... e é exactamente no voltar que está o génio.
Paráfrase a Alexandre O’Neill